A Avon anunciou recentemente que não realizará mais testes de cosméticos em animais em todo seu mercado global. Essa decisão também será aplicada para o mercado chinês, um dos principais mercados de venda da empresa.

José Vicente Marino, o grande e conhecido presidente da Avon, disse que essa iniciativa foi tomada após anos de estudo e muitos testes realizados.

“Na Avon, não acreditamos que os testes em animais sejam necessários para garantir a segurança de um produto. Temos trabalhado para promover a aceitação de métodos alternativos de testes há muitos anos, com parceiros como o Instituto para Ciências In Vitro, FRAME e a Humane Society International”.

“Continuaremos a trabalhar com essas e outras organizações para impulsionar a indústria ‘cruelty-free’ no futuro. Estamos confiantes de que esse avanço apoiará nossos esforços para atender às expectativas de nossos clientes e revendedoras em todo o mundo”, complementou Marino.

Avon e o Mercado Chinês

A China é um dos maiores mercados que a Avon possui, afinal, é nesse incrível país que suas vendas crescem a cada ano mais. Contudo, é nesse mesmo país que existe uma rígida legislação local que exige a realização de testes em animais como uma forma de garantir a segurança do produto.

Para lidar com esse conflito de princípios, a Avon divulgou uma nota na qual informa que vai se comprometer em reformular os seus produtos para atender o público chinês. Porém, não realizará mais testes em animais.

Diante disso, em seu site oficial a empresa divulgou que “a Avon se tornou a primeira empresa global de beleza vendida na China a interromper todos os testes em animais em ingredientes e em todas as suas marcas”.

Alternativas para os Testes em Animais

Os testes em animais estão a cada dia mais perdendo força no mercado cosmético. Afinal, graças aos avanços da tecnologia, atualmente, existem diversas alternativas para que se possa comprovar a segurança e eficácia de cosméticos e produtos de higiene sem a necessidade de realizar testes em animais. Confira agora mesmo algumas dessas alternativas.

  • Pesquisas com células humanas in vitro.

As pesquisas com células humanas estão crescendo cada dia mais. Essas células criadas em laboratório podem simular exatamente o que poderá acontecer com determinadas células que existem em nosso corpo.

Atualmente, elas estão sendo muito utilizadas para reproduzir o tecido das córneas. Devido a esse fato, não existe a necessidade de realizar testes nos olhos dos animais, utilizado para averiguar os riscos da substância em contato com os olhos.

  • Peles sintéticas

A utilização de peles sintéticas é, sem dúvidas, uma das alternativas mais utilizadas como alternativa para os testes em animais. Elas são excelentes opções para testes de cosméticos e, também, utilizadas para os testes com medicamentos.

  • Testes com voluntários.

Esse teste ainda é um dos menos aceitos. Ele é um teste utilizado, principalmente, para diagnosticar alergias. Contudo, ele é realizado na pele de voluntários que se disponibilizaram a aplicarem o produto.

A Avon, visando a segurança de todos os seus clientes, informou que a segurança de seus produtos será comprovada através de métodos bem estabelecidos de testes que não utilizam animais como, por exemplo, os testes in vitro.

 

Por: Leticia Paes
Farmacêutica