Saber como lidar com a falta de libido depois da gravidez é algo que faz parte do pensamento de muitas mulheres. E se você está passando por isso, fique tranquila! Pois este tipo de variação no apetite sexual é extremamente normal e você poderá resolver o problema desde que tenha paciência e respeite o seu tempo.

Para saber mais sobre isso, acompanhe este artigo e fique por dentro deste assunto tão importante.

O que causa a falta de libido depois da gravidez?

Primeiramente, vamos entender um pouquinho das causas da falta de libido depois da gravidez. Ela aparece em praticamente todas as mulheres, justamente porque:

  • Mudanças hormonais: Ocorrem as mudanças hormonais, onde o corpo feminino estará mais “ligado” à amamentação e aos cuidados com o bebê. É como se as “energias” fossem canalizadas para outro tipo de atividade, por agora, podemos assim dizer.
  • Cansaço: O próprio cansaço físico e até mesmo mental que o processo de mudanças provoca na mulher pode ser responsável por diminuir o apetite sexual. Novamente, trata-se de algo extremamente normal e até mesmo esperado.

Basicamente, estas são as maiores causas. Mas, e como lidar com a falta de libido depois da gravidez? Veremos isso a seguir.

Como lidar com a falta de libido depois da gravidez

Antes de qualquer coisa, lembre-se que você não precisa recuperar o seu apetite sexual pra ontem, especialmente se a sua intenção for apenas “agradar ao marido”. É preciso, neste delicado momento, pensar em você.

Com isso, alguns apontamentos podem ser levados em conta na hora de melhorar a sua libido. Veja:

  • Aguarde o tempo de resguardo: É imprescindível que você respeite o tempo de resguardo. Ele pode ser de 90 dias ou, em alguns casos, pode perdurar por um pouco mais de tempo. Não tenha pressa. E, tampouco, não fique medindo exatamente quando o período irá acabar. Deixe as coisas fluírem naturalmente!
  • De tempo ao tempo: Não há a menor necessidade de você elevar a sua libido da noite para o dia. É necessário que você respeite o seu corpo e o seu tempo. Assim, consequentemente a sua recuperação será ainda mais fácil e leve.
  • Uso de lubrificantes artificiais: Se o problema maior for a secura vaginal, decorrente de alterações hormonais, você poderá apostar no uso de lubrificantes em gel. Eles podem “quebrar o galho” e garantir que você não sinta desconforto durante a penetração do parceiro.
  • Apostar em outras práticas sexuais: O sexo não pode ser resumido apenas a penetração em si. Mas sim, você pode aproveitar o momento para experienciar outras sensações, como por exemplo, sexo oral, carícias, beijos, etc. Assim você descobre outras práticas igualmente satisfatórias e ainda dá o tempo que o seu corpo precisa para se restaurar.
  • Converse com o seu médico: Se você notar que tem passado muito tempo de resguardo e ainda assim o seu apetite continua muito baixo, talvez seja a hora de conversar com o seu médico. Pois, neste caso, somente ele poderá verificar se há algum tipo de alteração mais expressiva que necessite de um tratamento medicamentoso, por exemplo.

Pense no seu bem estar!

Lembre-se que todas as dicas que foram dadas no decorrer deste artigo estão pautadas em um pressuposto muito importante: o seu bem estar.

É extremamente normal as mulheres notarem essa diminuição na libido depois da gravidez. Por isso, não se force para “recuperar o quanto antes” apenas por considerações de terceiros.

Pense no seu bem estar e respeite o seu corpo e o tempo de recuperação do mesmo. Assim, todo o período de resguardo poderá ser aproveitado de um modo muito mais saudável, gerando ainda mais satisfação para você tanto enquanto mãe, quanto como esposa.

Tenha paciência! Afinal, o seu corpo passou por muitas mudanças recentes, e respeitá-lo é de suma importância.

Camila da Silva

CRP 12/17354