O mercado cosmético aumentou significativamente nos últimos anos e, com isso, fez aumentar também a variedade de produtos para os cuidados com a pele oferecidos ao público feminino. Atualmente, você pode encontrar diversos produtos que prometem incríveis benefícios para sua pele como, por exemplo, controlar a oleosidade e, também, disfarçar algumas imperfeições.

Contudo, você saberia diferenciar um cosmético de um dermocosmético? Se a sua resposta for negativa, não se preocupe! Afinal, aqui neste artigo você poderá aprender de uma vez por todas a diferenciar esses dois produtos. Vem conferir tudo conosco!

O que é um Dermocosmético?

Os dermocosméticos são nada mais nada menos do que produtos destinados aos cuidados com a pele. Eles possuem em sua composição ativos farmacológicos e outras substâncias que buscam melhorar a saúde da derme. Devido a esse fato, esses produtos são utilizados em diferentes tratamentos dermatológicos como, por exemplo, tratamentos anti-idade e na redução de manchas na pele.

Os ativos presentes nos dermocosméticos penetram a epiderme e conseguem chegar nas camadas mais profundas da sua pele. Com isso, eles agem diretamente nas células do seu organismo, alterando assim, a sua fisiologia e agindo diretamente no foco do problema em questão. Muitas vezes eles agem atenuando esse problema ou, até mesmo, eliminando-o de uma vez por todas.

Além disso, os dermocosméticos passam por testes e pesquisas para comprovação científica de sua eficácia e, também, de sua segurança antes de serem lançados.

Tratamentos com Dermocosméticos

Como dito anteriormente, os dermocosméticos são utilizados para realizar diversos tratamentos dermatológicos. Alguns dos tratamentos mais comuns são anti-acne, anti-envelhecimento, redução de celulite e estrias. Além disso, eles são muito utilizados para reduzir também as imperfeições deixadas na pele por espinhas e cravos.

As marcas mais conhecidas de dermocosméticos são: La Roche-Posay, Vichy, RóC, Clinique, Adcos, Avène, Dermage, Eucerin e Galderma.

O que é um Cosmético?

Os cosméticos, por sua vez, agem apenas na camada superficial de sua pele. Devido a esse fato, ele provoca mudanças imediatas, porém, com um prazo de duração muito curto. Afinal, ele resolverá todas as imperfeições que você apresenta em sua pele apenas pelo período em que esse produto estiver em contato com a mesma. Assim que ele for retirado com um demaquilante, sua pele voltará a ser como era antes.

É importante lembrar também que os efeitos prometidos nos cosméticos não são necessariamente comprovados cientificamente. Sendo que, seus componentes não são sujeitos obrigatoriamente a testes.

Cosméticos x Dermocosméticos: Qual o Melhor?

Na verdade, para essa pergunta não existe resposta. Isso devido ao fato de que esses produtos possuem diferentes ações em sua pele. Sendo assim, se você está procurando uma solução rápida para cobrir uma imperfeição, o cosmético será a opção ideal para você. Enquanto que, se você busca um tratamento para diminuir as suas marcas de expressão, os dermocosméticos serão, com certeza, a melhor opção.

Além disso, os cosméticos são considerados por muitos como um produto complementar aos dermocosméticos. Afinal, o dermocosmético atua internamente, reparando o problema e amenizando-o, já os cosméticos agem cobrindo essas imperfeições enquanto a ação do dermocosmético ainda não está concluída.

Por: Leticia Paes
Farmacêutica