O nosso sorriso é o nosso cartão de visita. Assim, um belo sorriso pode nos abrir muitas portas tanto no lado pessoal quanto no lado profissional. Felizmente, a odontologia tem avançado muito nos últimos anos quando o assunto é estética.

Novos materiais e técnicas permitem que o dentista dê aquela “forcinha para a mãe natureza”, garantindo que você tenha um sorriso cada vez mais bonito e radiante. Entre as novas técnicas que vem mudando a odontologia nas últimas décadas, podemos citar:

  • Clareamento dental
  • Aparelhos ortodônticos
  • Peeling gengival
  • Toxina botulínica
  • Preenchedores faciais
  • Facetas de porcelana

A seguir, vamos falar um pouquinho a respeito de cada uma delas. No entanto, é muito importante ter em mente que cada uma dessas técnicas tem suas indicações e contraindicações, portanto somente o seu dentista poderá dizer qual delas é a mais adequada para o seu caso.

Clareamento dental

O clareamento dental é, sem a menor dúvida, o procedimento estético mais conhecido. Seu objetivo é modificar a cor do dente, tornando-o mais claro, através de uso de substâncias como o peróxido de hidrogênio e o peróxido de carbamida.

Com o passar dos anos, nossos dentes tendem a ser tornarem mais amarelados, especialmente, se temos o hábito de fumar ou de consumir muito café, chá, vinho tinto, entre outros alimentos.

Existe dois tipos de clareamento: o caseiro e o de consultório. No clareamento caseiro, o agente clareador é colocado com ajuda de uma moldeira de silicone, ficando em contato com a superfície dentária a noite toda, preferencialmente. Geralmente, o clareamento leva, em média, uma semana. Como a concentração do agente clareador é menor, o risco de sensibilidade dentinária também é menor.

No clareamento de consultório, é o próprio dentista que aplica o agente clareador sobre o dente, tomando cuidado para que ele não entre em contato com a gengiva. Devido à concentração do agente clareador sem bem maior do que a concentração utilizada no clareamento caseiro, ele apresenta resultados bem mais rápidos, entre duas ou três sessões, em média. Apesar dos cuidados tomados pelo profissional, o risco do paciente desenvolver sensibilidade dentinária após o clareamento de consultório é bem maior do que no clareamento caseiro.

Aparelhos ortodônticos

Os aparelhos ortodônticos são utilizados há séculos com o objetivo de corrigir dentes mal posicionados ou desalinhados, reduzir diastemas (espaço excessivo entre dois dentes), melhorar a oclusão (modo como os dentes se tocam ao fechar a boca), entre outras coisas.

Se por um lado, o resultado final do tratamento ortodôntico trazia grandes melhorias estéticas e funcionais para o paciente. Por outro, muitos pacientes se sentiam incomodados durante o tratamento pelo fato dos aparelhos ortodônticos não serem muito estéticos, visto que os bráquetes, os fios, as bandas e outros elementos eram feitos de ligas metálicas.

Nos últimos anos, contudo, aparelhos ortodônticos estéticos, como aparelhos ortodônticos de porcelana, de safira, alinhadores invisíveis, entre outros, vem ganhando cada vez mais espaço. Além disso, novas tecnologias vem tornando o tratamento ortodôntico cada vez mais rápido e com melhores resultados.

 

Peelling gengival

O peeling gengival, também conhecido como clareamento gengiva, consiste na remoção cirúrgica de manchas escuras nas gengivas. Essas manchas podem ser de nascença ou podem ser adquiridas como, por exemplo, aquelas causadas por medicamentos usados no combate do câncer.

No peeling gengival é feita uma leve descamação da gengiva sob anestesia local, levando a remoção dos melanócitos, células capazes de produzir melanina, substância responsável pela pigmentação da pele e da mucosa. O peeling gengival dura, em média dois ou três, tempo que o organismo demora para repor os melanócitos.

Toxina botulínica

A toxina botulínica é uma substância produzida por uma bactéria conhecida como Clostridium botulinum, a mesma que causa o botulismo, doença grave causada pela ingestão de alimentos contaminados por essa bactéria, especialmente enlatados.

A toxina botulínica age como um bloqueador neuromuscular, ou seja, ela impede que os impulsos nervosos sejam transmitidos para o músculo, inibindo, portanto, a contração muscular de forma parcial ou completa.

Assim, a toxina botulínica é capaz de amenizar rugas e linhas de expressão na região dos olhos, testa ou no espaço entre as sobrancelhas. Contudo, esse efeito desaparece de três a seis meses após sua aplicação, tornando necessárias novas aplicações para manter obter o mesmo resultado.

Preenchedores faciais 

Nos casos de rugas e linhas de expressão mais profundas, a aplicação de toxina botulínica pode não ser suficiente. Nesses casos uma opção é o uso de preenchedores faciais.

Os preenchedores faciais são substâncias a base de ácido hialurônico. Com o ácido hialurônico é produzido pelo próprio organismo, não existe risco de rejeição. O ácido hialurônico induz o organismo a produz colágeno, substância responsável por dar sustentação e elasticidade a pele.

Os preenchedores faciais, além de amenizarem rugas e linhas de expressão mais profundas, dão volume em áreas como lábios, queixos e região infraorbitária e ajudam a combater a flacidez.

Facetas de porcelana 

            As facetas de porcelana são lâminas muito finas de porcelana, com cerca de dois milímetros de espessura, que são cimentadas sobre um ou mais dentes após a realização de um leve desgaste. Essas lâminas têm como objetivo alterar o formato, a altura e o contorno do dente.

Além disso, as facetas de porcelana promovem uma maior uniformidade da cor do dente, sendo indicadas nos casos em que o clareamento dental não foi atingiu o objetivo esperado ou nos casos em que o dente possui restaurações muito extensas.

As facetas de porcelana também são capazes de melhorar o alinhamento e o espaçamento entre os dentes, substituído o tratamento ortodôntico em casos muito bem selecionados.

Uma vez cimentadas as facetas de porcelana não pode ser removidas, sendo, portanto, um procedimento definitivo. Fora isso, o paciente precisa manter uma boa higiene bucal para manter a saúde da gengiva.

Como você pode ver, existem inúmeras técnicas para se garantir um belo sorriso. No entanto, todas elas apresentam suas limitações, além do custo financeiro. Então, nada de ficar obcecado com isso, pois o que torna um sorriso verdadeiramente belo é a sua espontaneidade. Aprenda a se aceitar, pois você é lindo do jeito que você é.